III Curso de Verão do Programa de Pós-graduação em Ciências Biomédicas

Palestrantes

Alessandra Choqueta de Toledo Arruda

lattes

Atualmente é pós-doutoranda no Laboratório de Ciências do Exercício na Universidade Federal Fluminense sob supervisão do Prof. Antônio Claúdio Lucas da Nobrega e orientadora de mestrado e doutorado junto aos Programas de Pós-graduação em Ciências Biomédicas e Ciências Cardiovasculares da UFF. Possui graduação em Fisioterapia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP, 1999), fez aprimoramento em Terapia Intensiva pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP, 2000), mestrado em Fisiopatologia Experimental pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) (2005) e doutorado em Ciências Médicas pela USP (2009) ambos apoiados pela FAPESP. Trabalhou como Professora no Departamento de Fisioterapia da UNESP período no qual realizou estágio científico em Respiratory Rehabilitation na KU Leuven, Bélgica. Finalizou um pós-doutorado apoiado pela FAPESP na USP onde é Professora Convidada, desde 2007, nas disciplinas das áreas de Fisiopatologia, Ciências Médicas e Patologia do Programa de Pós-graduação Strictu Sensu e pesquisadora colaboradora nos Laboratórios de Investigação Médica, LIM-5, 20 e 22 da USP. Recebeu vários prêmios nacionais e internacionais. Tem experiência na área de Fisioterapia, com ênfase em Cardiorrespiratória e Terapia Intensiva. Áreas de interesse e atuação são Fisiologia e fisiopatologia cardiopulmonar e do exercício e Reabilitação cardiorrespiratória.

Andre Lopes Fuly

lattes

É graduado em Ciências Biológicas (Modalidade Médica) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1992). Fez Mestrado (1996), sob orientação da Profa. Célia Regina Ribeiro da S. Carlini e Doutorado (2002), sob orientação do Prof. Jorge Almeida Guimarães em Química Biológica pela UFRJ. Atualmente é professor Associado I do Departamento de Biologia Celular e Molecular da UFF e chefia o Laboratório de Venenos e Toxinas de Animais e Avaliação de Inibidores (LAVENOTOXI). Tem experiência na área de Bioquímica, com ênfase em Química de Proteínas. O grupo de pesquisa atua nos seguintes temas: 1) Purificação de proteínas de venenos de serpentes e caracterização bioquímico-farmacológica; 2) Investigação de moléculas de origem natural e/ou sintética na neutralização de atividades biológicas (hemólise, coagulação e agregação plaquetária, proteólise, miotoxicidade, hemorragia, edema) causadas pelo veneno da lagarta Lonomia obliqua e de serpentes, como Lachesis muta, Bothrops jararaca e Bothrops jararacussu; 3) Investigação destas moléculas naturais e sintéticas em inibir a agregação plaquetária e coagulação do plasma. Desta forma, o grupo procura por moléculas naturais e/ou sintéticas com potencial antiofídico e antihemostático, pois o envenenamento por serpentes e os distúrbios vasculares causam graves problemas de saúde pública.

Antonio Claudio L. da Nóbrega

lattes

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal Fluminense (1989), mestrado em Ciências Biológicas (Biofísica) e doutorado em Ciências pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994) com estágio Sanduíche/Research Fellowship na University of Texas Southwestern Medical Center at Dallas (1993/4) sob a supervisão do Dr. Jere H. Mitchell. Possui título de especialista em Medicina do Exercício e do Esporte e em Cardiologia, tendo participado nas equipes médicas de diversas competições nacionais e internacionais como Jogos Pan-Americanos e Jogos Olímpicos. Atuou como coordenador do projeto de implantação da Unidade de Pesquisa Clínica do Hospital Universitário Antonio Pedro (HUAP/UFF), como coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciências Cardiovasculares e como Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação da Universidade Federal Fluminense de 2009 a 2014. Tem experiência como orientador de dezenas de alunos de iniciação científica, mestrado, doutorado e pós-doutorado e como coordenador de projetos de pesquisa em rede com colaboradores brasileiros e estrangeiros. Atualmente é coordenador do INCT (In) Atividade Física e Exercício, coordenador do Laboratório de Ciências do Exercício (LACE), Professor Titular do Departamento de Fisiologia e Vice-Reitor da UFF. Atua como membro do corpo editorial e revisor de diversos periódicos nacionais e internacionais e como coordenador da área da saúde e membro do Conselho Superior da FAPERJ. Áreas de interesse e atuação são Fisiologia Cardiovascular e Fisiologia do Exercício, mais especificamente envolvendo função e disfunção autonômica e endotelial.

Elisabeth Marostica

lattes

Possui graduação em Farmácia e Bioquímica pela Universidade Estadual de Londrina (1987), mestrado (1998), doutorado(2002) e pós-doutorado (2004), em Farmacologia pela Universidade Federal de São Paulo, doutorado "sandwich" (2001) pela McGill University- Montreal, CA. Atualmente é Professora Associada de Farmacologia e Chefe do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da Universidade Federal Fluminense . É docente do Programa de Pós Graduação em Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia) da UFF e colaborador do Programa de Pós-graduação em Ciências Cardiovasculares, pesquisador-colaborador da UNIFESP e do Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da USP. Tem experiência na área de Farmacologia Autonômica e Cardiovascular, Farmacologia Bioquímica e Molecular, com ênfase em Receptores Muscarínicos e marcadores inflamatórios, atuando principalmente nos seguintes temas: reatividade vascular e inflamação, controle autonômico cardiovascular e exercício, subtipos de receptor muscarínico, imunohistoquímica e expressão gênica, endocrinologia da reprodução, trato reprodutor masculino.

Eliza Prodel

lattes

Possui graduação em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2005). Especialização em fisiologia do exercício e prescrição de atividade física para grupos especiais pela Universidade Estácio de Sá Juiz de Fora (2007). Mestre em biodinâmica do movimento humano pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2012). Doutora em ciências cardiovasculares pelo programa de pós graduação em ciências cardiovasculares da Universidade Federal Fluminense, com período de doutorado sanduíche na School of Sport, Exercise and Rehabilitaion Science na University of Birmingham. Atualmente desenvolve pesquisa como pós-doutoranda em colaboração com o Laboratório de Ciências do Exercício da Universidade Federal Fluminense.

Igor Alexandre Fernandes

lattes

Concluiu a graduação em Educação Física pelo Centro Universitário de Volta Redonda – UniFOA (1999 a 2002) e em seguida o curso de pós graduação Lato sensu em fisiologia do exercício e avaliação morfo funcional pela Universidade Gama Filho – UGF. No início do ano de 2007, ingressou no curso de mestrado em Educação Física da Universidade Gama Filho – UGF sob supervisão do Dr. Paulo Sergio Chagas Gomes. Foi promovido antecipadamente para o doutorado no final de 2008. Em dezembro do ano de 2009, foi contemplado com uma bolsa sanduíche da – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES. Desenvolveu parte de sua tese no departamento de terapia ocupacional da Universidade de Alberta no Canadá sob supervisão do Dr. Yagesh Bhambhani. Atualmente, está cursando o pós-doutorado no Laboratório de Ciências do Exercício da Universidade Federal Fluminense, onde foi recentemente incorporado ao grupo de docentes permanentes/orientadores dos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia) e em Ciências Cardiovasculares. Tem como principal interesse científico o controle neural da circulação humana, com ênfase na regulação autonômica do fluxo sanguíneo muscular e cerebral nas mais diversas situações de estresse tanto em condições de saúde quanto doença.

Isabel Antunes David

lattes

Possui mestrado e doutorado em Ciências Biológicas (Fisiologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho). Desenvolveu parte do seu doutorado no laboratório de psicofisiologia da Universidade de Granada (Espanha) através do programa de doutorado-sanduíche da CAPES. Foi bolsista de pós-doutoramento do CNPQ realizando, neste período, projetos no Instituto de Psiquiatria da UFRJ (IPUB). Tem experiência nas áreas de Fisiologia, com ênfase em Psicofisiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: atenção, funções executivas e emoção. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal Fluminense e realiza atividades de pesquisa no laboratório de Neurofisiologia do Comportamento, localizado no departamento de Fisiologia e Farmacologia da UFF. Orienta alunos de graduação e de pós-graduação, vinculados às pós-graduações em neurociências e Fisiologia e Farmacologia da UFF. Recentemente foi contemplada com o título de Jovem Cientista do Nosso Estado pela FAPERJ

Karen Jesus Oliveira

lattes

Possui graduação em Ciências Biológicas – Modalidade Médica (1999) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e doutorado (2004) em Ciências Biológicas (Fisiologia) pelo Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho da UFRJ. Realizou pós-doutorado na UFRJ (2004-2006), na Universidade de Chicago (2006) e na Universidade de Utah (2012-2013), especializando-se em Endocrinologia Molecular. Atualmente é pesquisador-colaborador na UFRJ e Professora Associada na Universidade Federal Fluminense (UFF). Orienta 5 alunos de Iniciação Científica, 2 de Mestrado e 3 de Doutorado na Pós-Graduação em Ciências Biomédicas (Fisiologia) da UFF, Pós-Graduação em Ciência e Biotecnologia da UFF e Pós-Graduação em Fisiologia do Instituto de Biofísica da UFRJ. Coordena o projeto de extensão "Ciência na Escola". É membro efetivo da Sociedade Brasileira de Fisiologia (SBFis), Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), Sociedade Latino Americana de Tireóide (LATS) e da Endocrine Society. Tem experiência na área de Fisiologia (ênfase em Fisiologia Endócrina), Nutrição e Biologia Molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: regulação da secreção, ação e metabolismo dos hormônios tireóideos, regulação da homeostase energética e peso corporal pelos hormônios tireóideos, adipocinas, neuromedina B e alimentos funcionais/nutracêuticos.

Leticia de  Oliveira

lattes

Cientista do Nosso Estado pela FAPERJ e coordenadora do programa de pós-graduação em Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia). Realizou mestrado na Faculdade de Medicina da USP/RP e doutorado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro no Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, ambos na área de Neurofisiologia. Realizou seu pós-doutoramento no Kings College London (Inglaterra) na área de Neuroimagem Funcional. Atualmente é Professora Associada III da Universidade Federal Fluminense e estuda a interação emoção e atenção no cérebro humano. Desenvolve trabalhos na interface entre ciência básica e clínica, especialmente no estudo de transtornos de ansiedade e humor com neuroimagem.

Mirtes Garcia Pereira

lattes

Desenvolveu seu mestrado e doutorado na área de neurociências e comportamento, ambos no programa de pós-graduação do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho-UFRJ. Realizou recentemente um estagio sênior no Departamento de Psicologia da University of Maryland (Estados Unidos) na área de Neuroimagem Funcional. Atualmente é Professora Associada IV da Universidade Federal Fluminense. Desde 2006 faz parte do corpo docente permanente da Pós-graduação em Neurociências (HUAP). Revisora de periódicas internacionais importantes em Psicologia, dentro da temática de emoção, atenção e comportamento. Integrante do Grupo de Trabalho Psicobiologia, Neurociências e Comportamento da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia (ANPEPP). Coordena projetos de pesquisa que investigam a influência de estímulos emocionais sobre o comportamento e sobre a reatividade cerebral. Além disso, parte dos projetos investiga processos psicobiológicos que possam estar alterados no transtorno do estresse pós-traumático, contando com a colaboração de professores do Instituto de Psicologia e de Psiquiatria da UFRJ.

Natália  Galito

lattes

Possui graduação em Biomedicina pela Universidade Federal Fluminense. É mestre e doutora em Ciências Cardiovasculares pela Universidade Federal Fluminense. Durante o período do doutorado, realizou doutorado sanduíche na Universidade do Colorado (Boulder, Colorado, EUA) sob orientação do professor Dr. Christopher A. DeSouza. Fez pós-doutorado no Laboratório de Ciências do Exercício, da Universidade Federal Fluminense. Atualmente, é professora adjunta do Departamento de Fisiologia e Farmacologia e membro permanente da Pós-Graduação em Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia) e da Pós-Graduação em Ciências Cardiovasculares, da Universidade Federal Fluminense. Desenvolve pesquisas na grande área de Fisiologia Cardiovascular, Cardiometabologia, Biologia Molecular e Celular, com foco na avaliação de células progenitoras endoteliais e de micropartículas endoteliais, além de mecanismos inflamatórios e de estresse oxidativo relacionados à função endotelial de indivíduos sob risco cardiometabólico.

Pablo Pandolfo

lattes

Graduação em Farmácia (2003) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestrado (2007) e doutorado (2010) pelo Programa de Farmacologia da UFSC. Doutorado sanduíche no Centro de Neurociências de Coimbra, Portugal. Pós-doutorado (2012) no Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Bioquímica, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atualmente, professor adjunto da Universidade Federal Fluminense e membro permanente dos Programas de Pós-Graduação: Neurociências e Ciências Biomédicas – Farmacologia e Fisiologia. Experiência em neuropsicofarmacologia experimental, atuando principalmente nos seguintes temas: abuso de drogas e transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

Pedro Paulo Soares

lattes

Possui graduação em Licenciatura Plena em Educação Física e Desportos pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, mestrado em Engenharia Biomédica na área de processamento de sinais biólogicos pelo Programa de Engenharia Biomédica / COPPE-Universidade Federal do Rio de Janeiro e doutorado desenvolvido no Laboratório de Hipertensão Experimental / InCor / Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Pós-doutorado em fisiologia do exercício na Universidade Federal Fluminense. Desenvolve pesquisa na área de fisiologia do exercício, educação física, treinamento físico, controle cardiovascular em modelos de experimentação em humanos e animais e desenvolvimento de sistemas e ferramentas de análise de sinais biológicos. Atualmente é professor Associado do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da Universidade Federal Fluminense e orientador de Mestrado e Doutorado em Ciências Cardiovasculares e Ciências Biomédicas (Fisiologia e Farmacologia) da UFF. Jovem Cientista do Nosso Estado (FAPERJ). Ex-Coordenador Científico da Confederação Brasileira de Remo. Revisor de periódicos nacionais e internacionais. Membro da American Physiological Society e da Sociedade Brasileira de Fisiologia. Avaliador de Cursos de graduação do INEP/SINAES.Tem experiência na área de Fisiologia, com ênfase em Fisiologia do Esforço, atuando principalmente nos seguintes temas: exercício, controle cardiovascular, barorreflexo, análise espectral, pressão arterial, fluxo sangüíneo, função endotelial, exercício condições ambientais de calor e altitude simulada, remo/esportes e treinamento físico.

Renata Frauches Medeiros Coimbra

lattes

Possui graduação em Nutrição pela Universidade Federal Fluminense (2008). Mestre e doutora em Ciências Cardiovasculares, com pós-doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Cardiovasculares da Universidade Federal Fluminense. É membro do grupo de pesquisa do Laboratório de Ciências do Exercício (LACE), sob coordenação do professor Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, da Universidade Federal Fluminense. Atualmente é professora adjunta da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal Fluminense e professora convidada da Residência Multiprofissional do Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP). Tem experiência na área de Nutrição, com ênfase em Clínica, e na área de Fisiologia, com ênfase em fisiologia cardiovascular e função endotelial, em experimentação animal e metabolismo de nutrientes.

Vilma Aparecida da Silva Fonseca

lattes

Possui graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina da Fuabc (1977) é especialista em psiquiatria e possui doutorado em Psicofarmacologia pela Universidade Federal de São Paulo (1981). Atualmente é professora de pós-graduação da UNIAD da Universidade Federal de São Paulo e professora titular na área de Farmacologia e Terapêutica da Dependência Química no Departamento de Fisiologia e Farmacologia da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área de Farmacologia, com ênfase em Psicofarmacologia , atuando principalmente nos seguintes temas: dependência de substância, adolescência, álcool, e desnutrição. Realizou o pós doutorado inicialmente em pediatria na Universidade Federal de São Paulo , com bolsa da FAPESP logo após concluir o doutorado e posteriormente já como professora da Universidade Federal Fluminense realizou outros dois estágios de pós doutorado . O primeiro em 1986 na University College London com bolsa do Conselho Britânico e o segundo também na University College London com bolsa do CNPq ambos sob a orientação do Professor Andre MacLean sendo o segundo co-orientado também pelo Professor James Smart da Universidade de Manchester. Atualmente dedica-se ao ensino de graduação em psicofarmacologia, atua como preceptora do internato em medicina e residencia em psiquiatria e orienta mestrandos e doutorandos na pós-graduação em fisiologia e farmacologia da UFF mantendo colaboração com a Universidade de Nova York e Casa Columbia, Nova York. Colabora também com projeto internacional desenvolvido pela universidade de Columbia, onde será responsável pela análise de parte dos resultados.

Copyright 2020 - STI - Todos os direitos reservados